terça-feira, 11 de janeiro de 2011

Uma situação vergonhosa em Penela e Ansião

Estava a ser um fim de semana fantástico, pois tinha acabado de arranjar a minha bicicleta, a qual tinha estado parada durante alguns meses. Sendo eu um apaixonado do BTT e sendo o BTT um dos desportos através do qual se conhece melhor a bela região de Sicó, era por isso mesmo um dia que prometia ser revigorante (não há nada como os ares de Sicó...).
Neste fim-de-semana tive finalmente tempo para dar uma voltinha de BTT, e sendo assim escolhi uma das áreas mais bonitas da região de Sicó, a qual basicamente se prolonga desde a zona indústrial do camporês, até às Taliscas, em Penela. É ainda uma área pouco conhecida, algo que tem tido reflexos muito negativos em termos ambientais, pois apenas é aproveitada para semear chumbo (caçadores) e para o TT destruidor de meia dúzia de saloios...
Foi por mero acaso que decidi passar no local onde me deparei com esta vergonhosa situação, a qual ocorre no limite concelhio entre Ansião e Penela. Basicamente houve um sr. espertinho que pensou que por ser um local ermo poderia fazer ali despejos ilegais de dejectos de uma pecuária (digo eu...), situando-se este cenário já dentro do concelho de Penela.
Será um problema complexo de resolver e dará algumas chatices, isto porque quem despeja estes resíduos tem uma pecuária do lado de Ansião e despeja do lado de Penela, algo que para todos os efeitos prejudica ambos, já que a poluição está a escoar para um curso de água que drena para o Dueça e passa ainda do lado de Ansião. Isto já para não falar da poluição dos aquíferos... Pessoalmente não ligo demasiado a limites administrativos, são basicamente fronteiras falsas que ignoram as verdadeiras fronteiras, as naturais.
Fico muito desiludido e envergonhado com esta situação, não só pelo problema em si, mas também pelo facto de estar à vista que não há fiscalização por estes lados. Do lado de Ansião deveria haver porque a pecuária é "sua" e já houve outros problemas semelhantes. Do lado de Penela, porque já são demasiados casos de falta de fiscalização e interesse em resolver situações que estão longe do olhar da opinião pública, não sendo por isso prioridade. É lamentável que naquela área em particular, haja tantos casos (e não apenas este...) que teimam em não ser resolvidos por Penela. Posso dar vários exemplos disto, várias lixeiras devidamente identificadas que são graves focos de poluição, que andam esquecidas por quem tem responsabilidade em resolver estas situações que nos afectam a todos nós, da região de Sicó.
Uma coisa é certa, por mais que as autarquias façam por mostrar que têm um território bonito, basta uma situação destas para que quando somos visitados o que fique na memória sejam cenários como estes, e não aquilo que as autarquias tentam publicitar de forma pomposa e pouco eficaz. De nada vale ter um pano bonito se por este mesmo pano estiverem várias nódoas, por mais que se tente dobrar o pano para esconder....



Tenho pena ter de publicitar este e outros casos, mas só mesmo denunciando estes casos publicamente é que os nossos governantes se sentem de certa forma envergonhados em ter estes cenários num território que tentam gerir.
Tenho também pena de saber que alguns destes governantes, quando confrontados com estas situações, em vez de começarem logo a tentar resolver estes casos digam que eu digo mal deles, quando afinal estou a denunciar de forma legal e honesta situações embaraçosas, e a criticar apenas e só a atitude, demasiadas vezes passiva, de quem não deveria permitir situações como esta. Felizmente o azinheiragate tem ouvidos em muitos lados, Alvaiázere, Ansião, Pombal, Penela....
Felizmente nem sempre é assim, já que por vezes estes mesmos governantes até ouvem, ponderam e metem mãos à obra, mas são caso raro. Por isso é que o azinheiragate não perde totalmente a esperança em conseguir algumas vitórias.
Por mais que os governantes da região de Sicó estejam habituados a ouvir elogios, terão obrigatoriamente de estar disponíveis a ouvir críticas, pois é através das críticas e dos erros que se podem tornar melhores governantes. Errar é humano, todos erram, até o azinheiragate, mas nem todos reconhecem que erram....
O azinheiragate está cá para elogiar os nossos governantes quando assim se justificar, no entanto dão mais motivos ao azinheiragate para criticar construtivamente do que para elogiar, e é pena que assim seja...
Já o património da região de Sicó só dá motivos para elogiar, divulgar e valorizar, porque será?

1 comentário:

Norberto disse...

Lamentavelmente mais uma situação provocada porventura pela ganância de alguém, que para seu proveito e prejudicando os demais não se coibiu de fazer este atentado. Se todos fossemos assim o que seria de nós como sociedade.Crescimento económico sim mas cumprindo as regras ambientais e cívicas.
Espero que se apurem responsabilidades pois a situações como esta não podemos fechar os olhos, para bem de todos nós.
Também eu sou um apaixonado pelo BTT, e como refere, em locais mais ermos tenho-me deparado com situações como esta, infelizmente.